Skip to main content
CTAL: como iniciar sua trajetória no universo das certificações de teste avançadas?

CTAL: como iniciar sua trajetória no universo das certificações de teste avançadas?

Por: Carlos Afonso, PMP, CGEIT, CRISC, CTAL (Full), ITIL Expert

Durante treinamentos, não raro sou questionado da seguinte forma: “Qual certificação CTAL eu devo tirar logo assim que me certificar em CTFL?”. (Para ler mais sobre as certificações do BSTQB, consulte o site www.bstqb.org.br).

Antes de tudo, é importante notar que existem os requisitos básicos para um profissional se certificar como CTAL. São eles:

  • Ter a certificação CTFL.
  • Dois anos de experiência comprovada em testes ou qualidade de software.
  • Estar de acordo com o Código de Ética do Syllabus Advanced.

CTAL: como iniciar sua trajetória no universo das certificações de teste avançadas?

Caso você atenda aos 3 requisitos acima, está pronto para planejar sua primeira certificação CTAL. O Syllabus Advanced também define as capacidades desejadas para cada um dos 3 perfis, como segue:

CTAL-TM – Certified Tester Advanced Level – Test Manager

  • Definir objetivos e estratégias gerais do teste para um sistema que esteja sendo testado
  • Planejar, programar e rastrear as tarefas
  • Descrever e organizar as atividades necessárias
  • Selecionar, adquirir e distribuir os recursos adequados às tarefas
  • Selecionar, organizar e conduzir equipes de teste
  • Organizar a comunicação entre os membros de equipes de teste, e entre as equipes de teste e todos os outros interessados
  • Justificar as decisões e fornecer reporte adequado de informações quando aplicável

CTAL-TA – Certified Tester Advanced Level – Test Analyst

  • Estruturar tarefas definidas na estratégia de teste em termos de requisitos de negócio
  • Analisar o sistema em um nível de detalhamento suficiente para corresponder às expectativas de qualidade do usuário
  • Analisar os requisitos de sistema para determinar a validade dentro do domínio
  • Preparar e executar atividades adequadas, e relatar seu progresso
  • Fornecer as evidências necessárias para apoiar as avaliações
  • Implementar as ferramentas necessárias e técnicas para atingir metas definidas

CTAL-TTA – Certified Tester Advanced Level – Technical Test Analyst

  • Estruturar as tarefas definidas na estratégia de teste em termos de requisitos técnicos
  • Analisar a estrutura interna de um sistema em um detalhamento suficiente para corresponder ao nível de qualidade esperado
  • Analisar o sistema em termos de atributos técnicos de qualidade tais como desempenho, segurança, etc.
  • Preparar e executar as atividades adequadas, e relatar seu progresso
  • Conduzir atividades técnicas de teste
  • Fornecer as evidências necessárias para apoiar avaliações
  • Implementar as ferramentas e técnicas necessárias para atingir metas definidas

Resumindo

Gerentes e líderes podem iniciar pela CTAL-TM, pois o seu dia-a-dia se baseia na gestão de projetos de testes e é exatamente esse o principal foco desta certificação.

Entretanto, uma opção também é iniciar pela certificação CTAL-TA para os que quiserem demonstrar um domínio a respeito de como utilizar as técnicas para derivação de testes de caixa preta da melhor maneira possível.

Um ponto curioso, aliás, é notar que o mercado está cada vez mais carente de bons analistas, e a busca por uma certificação CTAL-TA irá ao menos demonstrar para o mercado que se aprofundou no uso de técnicas de teste.

Já a certificação CTAL-TTA tem um enfoque nas particularidades da função de um analista especializado nos aspectos técnicos do teste, envolvendo desde testes de caixa branca até a implementação da automação.

Enfim, por onde começar?

Para gerentes e líderes de teste, comece com a CTAL-TM. Para analistas de teste focados em testes de caixa preta, inicie pela CTAL-TA. Já para analistas focados nos aspectos técnicos de teste, tome a CTAL-TTA como o ponto de partida.

Posteriormente, as combinações também são recomendadas. Um profissional CTAL-TA/TM poderá demonstrar habilidades de gestão e também ter sua comunicação com os analistas facilitada. Um CTAL-TA/TTA demonstrará que suas habilidades de analista englobam tanto os testes de caixa branca como caixa preta. Todas as combinações são possíveis, e no caso de se obter as 3 certificação, o título se torna CTAL (Full).

Sempre lembrando que a CTFL é uma certificação BÁSICA e somente diz que o profissional detém os conhecimentos básicos e a terminologia da área. É a partir da CTAL que falamos de profissionais diferenciados.

Aproveite e leia também: Bug, omissão, defeito, falha, erro, engano: O que tudo isso significa e qual a diferença entre eles?


Compartilhar Com
Conteúdos que você pode se interessar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *